Pessoas que gostam deste blog

108 A caminho do Getsêmani, Mt 26.31-35

A caminho do Getsêmani, Mt 26.31-35
(Mc 14.17-31; Lc 22.31-34)

31-35 Então, Jesus lhes disse: Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas. Mas, depois da minha ressurreição, irei adiante de vós para a Galiléia. Disse-lhe Pedro: Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim. Replicou-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes. Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.
O caminho de Jesus para a morte torna-se, nessa noite, uma tribulação muito grande para os
discípulos. Contudo, superando a escuridão dessa noite, o Ressuscitado tornará a reuni-los, que se
haviam dispersado. – Lembrando Zacarias (13.7), Jesus anuncia a seus discípulos que eles todos
duvidarão dele nessa noite e que ele, desta maneira, lhes dará motivo para caírem. Como ovelhas que
subitamente são privadas do pastor, assim eles serão dispersos “por medo e terror”.  – Pedro replica:
Mesmo que todos caiam por causa de ti, eu jamais cairei. São palavras que combinam
integralmente com o jeito de Pedro: cheio de amor pelo Mestre, mas sem o menor autoconhecimento,
e não sem querer sobressair-se. – Por isso ele persiste na sua contradição, apesar das afirmações
exatas de Jesus sobre o cantar do galo. Provocando o prenúncio de Jesus, Pedro tornou seu problema
bem pior, porque, apesar de ter sido prevenido por Jesus, se lançou nesse pecado.
Marcos elabora mais os detalhes e diz com maior exatidão: “Antes que o galo cante duas vezes,
me terás negado três vezes” [Mc 14.30]. A primeira negação aconteceu por volta das três horas. O
fato de acontecerem dois gritos distintos do galo, dos quais o primeiro já devia ser uma advertência
para Pedro, realça ainda muito mais a magnitude do seu erro.

Fonte: Mateus - Comentário Esperança

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar! Volte sempre!