Pessoas que gostam deste blog

127 Os judeus subornam os guardas, Mt 28.11-15

Os judeus subornam os guardas, Mt 28.11-15

11-15 E, indo elas, eis que alguns da guarda foram à cidade e contaram aos principais sacerdotes tudo o que sucedera. Reunindo-se eles em conselho com os anciãos, deram grande soma de dinheiro aos soldados, recomendando-lhes que dissessem: Vieram de noite os discípulos dele e o roubaram enquanto dormíamos. Caso isto chegue ao conhecimento do governador, nós o persuadiremos e vos poremos em segurança. Eles, recebendo o dinheiro, fizeram como estavam instruídos. Esta versão divulgou-se entre os judeus até ao dia de hoje.
Os adversários do Senhor perderam a cabeça. Na sua perplexidade, apelam para o método do
suborno. Os soldados são forçados a fazer declarações falsas. E como são grotescas as afirmações
que os soldados devem repetir. Como se manifesta nelas toda a tolice de seu agir e todo
embotamento de sua razão! Justamente aquilo que os inimigos queriam impedir com suas medidas
(vigilância de soldados, lacre no túmulo etc.), ou seja, que o corpo do Senhor fosse roubado, isso os
soldados agora precisam “anunciar aos quatro ventos”. A isso acrescenta -se ainda algo que
desmascara a mentira ridícula e absurda. Os soldados subornados devem dizer: “Enquanto nós,
soldados da guarda, dormíamos, os discípulos roubaram o corpo”. É realmente impossível que os
inimigos inventassem uma tolice maior.  – Pois como se poderia, enquanto se dorme, constatar que
discípulos se aproximam do túmulo, para roubar? E mais: Que vergonha terrível para os próprios
soldados, terem deixado acontecer isso, eles que estavam armados até os dentes. Que desonra para
toda a categoria dos soldados!
Contudo, em troca de dinheiro abandona-se até a honra profissional, mente-se e repete-se o que é
ordenado. Que decadência!
O episódio todo nada mais é que um documento de como envolver-se com forças demoníacas e
deixar-se seduzir pelo diabo levam a situações sem saída e enredam a pessoa em mentiras absurdas.
Os inimigos de Jesus estão tão terrivelmente empedernidos e tolamente iludidos que não vêem nem
compreendem mais nada.
De maneira tão horrível foram derrotados em todos os pontos.

Fonte: Mateus - Comentário Esperança

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Online