Pessoas que gostam deste blog

IV - Atitudes do discipulador que farão diferença na vida do discípulo


IV - ATITUDES DO DISCIPULADOR QUE FARÃO DIFERENÇA NA VIDA DO DISCÍPULO

1.      Orar pelo seu discípulo
        Somente Deus pode realmente fazer com que as pessoas se interessem em crescer espiritualmente.
        Leve toda a dificuldade com seu discípulo em oração.

2.      Amar seu discípulo
        O amor é outro fator básico para o surgimento da motivação. Jesus espera do discipulador um amor sacrificial (ágape) pelo seu discípulo.

3.      Dar bom exemplo ao seu discípulo
        O discipulador deve ter uma conduta coerente com a mensagem cristã. O discípulo irá aprender mais observando seu comportamento e atitudes do que com seus estudos bíblicos.

4.      Reconhecer o progresso feito pelo seu discípulo
        Precisamos sempre encorajar o novo discípulo em suas atividades espirituais.
        Mostrar-se jubiloso quando ele descobre uma verdade nova na Palavra de Deus.

5.      Repreender quando necessário seu discípulo
        Repreendemos o novo discípulo confrontando-o com o fato de que seu ato ou atitude foi errado, mediante as Escrituras.
        Essa confrontação deve ser seguida pela apresentação da necessidade do arrependimento, confissão e abandono do erro.
        Essa tarefa, embora seja penosa, na realidade é uma demonstração de que nos interessamos pelo novo discípulo.
        Ela demonstra que estamos dispostos a fazer até as coisas mais difíceis para ajudá-lo a crescer em Cristo. (Rm. 15:14; Cl. 3:16; II Ts. 3:16; Hb. 12:11)

6.      Ensinar de maneira eficiente ao seu discípulo
        Preparar cuidadosamente o que vamos ensinar.
        Aplicar o ensino especialmente à vida do discípulo.
        Aprender a discernir as reações do novo discípulo durante os estudos bíblicos.
        Dar tarefas bem definidas, que estejam ao seu alcance.

7.      Esperar resultados do seu discípulo
        Devemos dar ao novo discípulo responsabilidades que o forcem a empenhar-se no trabalho e a buscar o auxílio do Espírito Santo.
        Prepare-o, ponha-o a trabalhar, e fique a esperar os resultados.

8.      Participar junto com seu discípulo
        Precisamos fazer tudo que pedirmos ao novo discípulo para fazer.

9.      Demonstrar entusiasmo toda vez que encontrar seu discípulo
        Demonstre alegria quando encontrar com seu discípulo. Faça-o sentir-se importante ao seu lado.

10.  Ser você mesmo com seu discípulo
        No discipulado pessoal, não devemos aparentar algo que não somos.
        O mais forte fator motivador que temos à nossa disposição é o testemunho de que temos uma vida transformada e em transformação.

FONTE: Manual do Discipulador - Pr Josenildo Oliveira da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Online