Pessoas que gostam deste blog

Lição 11 - A fé nos mantém na presença de Deus

LIÇÃO 11 – 12 de junho de 2016 – Editora BETEL

A fé nos mantém na presença de Deus



VÍDEO 1


VÍDEO 2


VÍDEO 3


TEXTO ÁUREO

Comentarista: Pastor Israel Maia

“Ora, sem fé é impossível agradar--lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam.” Hb 11.6

VERDADE APLICADA
A fé como fruto do Espírito nos capacita a mantermos firmes em Cristo, aguardando o cumprimento da promessa de vida eterna.

OBJETIVOS DA LIÇÃO
Ensinar que fé também é fidelidade;
Revelar que a fidelidade de Deus supera as falsas informações midiáticas;
Mostrar aos alunos como viver a fé de Abraão.

GLOSSÁRIO
Abdução: Afastar, desviar; tirar, arrebatar com força e violência;
Indescritível: Que não se pode descrever;
Parâmetro: Padrão, regra, princípio;

TEXTOS DE REFERÊNCIA
Hb 11.1 - Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não veem.
Hb 11.2 - Porque, por ela, os antigos alcançaram testemunho.
Hb 11.3 - Pela fé, entendemos que os mundos, pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.
Jo 5.4 - Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque e agitava a água, e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse.

HINOS SUGERIDOS
12,186 e 330.

MOTIVO DE ORAÇÃO
Ore para que vidas sejam encorajadas em sua fé e perseverem.

O firme fundamento da fé
            A partir de agora, passamos à próxima seção das características do fruto do Espírito Santo, compreendendo os dons da fé, mansidão e temperança.
Sempre intimamente interligados, esses dons que nos são ofertados pelo Senhor, a partir de nosso consentimento e aceitação de Seus Estatutos, cada vez mais moldam o novo homem que havemos de ser, libertos dos apelos atrativos de um mundo vazio e decaído.
A primeira e essencial condição para escalarmos esses degraus, rumo a uma vida santa e correta, é a fé. Conforme a Palavra diz em Efésios 2.8: “Pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós, é dom de Deus.” Significa que a fé é plantada pelo Criador nos corações de cada um de nós verdadeiramente preparados para receber essa dádiva maravilhosa.
Sem esse primeiro passo, o “crer sem duvidar”, é impossível alcançar comunhão perfeita com o Altíssimo conforme vemos em Hebreus 10.38: “Mas o justo viverá pela fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele”.
Aprendamos, pois, a cultivar e fazer florescer em nossos corações esse dom precioso que nosso Pai Celeste nos concede, simplesmente confiando totalmente nossas vidas a Ele, sem sombra de dúvida ou quaisquer questionamentos. Afinal, Deus está no controle.
Uma abençoada e proveitosa aula, com redobrada fé em Cristo Jesus!
Márcio Celso – Colaborador

Introdução
A partir desta lição, estudaremos a terceira e última seção do fruto do Espírito: fé, mansidão e temperança. Estas três características nos mostram o que fazer para fortalecer a nossa comunhão com o Criador.

1. Fé: uma representação de fidelidade
O estudo destas três características certamente servirá para clarear o nosso entendimento acerca da necessidade da busca pelo amadurecimento do fruto do Espírito Santo por aqueles que esperam viver uma vida em Cristo. Daremos início a esta seção falando sobre a fé, que é representada por nossa fidelidade ao Senhor (Hb 11.1).

1.1. Agradando a Deus através da fé
Fé é a característica que devemos buscar desenvolver da melhor forma possível, pois sem ela não poderemos agradar ao Senhor (Hb 11.6). É através da fé que nos tornamos mais íntimos de Cristo, porque nela temos a firme certeza do cumprimento da promessa divina acerca da vinda de Seu Filho para buscar os Seus. E importante destacar que a fé não consiste somente em crer e confiar em Deus. A fé apresentada por Paulo como característica do fruto do Espírito está relacionada à busca pelo servo de Deus em ser honesto e fiel, pois, sendo Deus fiel, Ele espera que também sejamos, para que possamos desfrutar de uma perfeita comunhão com Ele através da pessoa de Seu Filho (1Co 1.9).
Explique para os alunos que quando nos aproximamos do Criador passamos a assimilar um modo de vida diferente. Mesmo que sejamos expostos constantemente a informações negativas, não sofremos com nenhum tipo de dúvida. A fé  não permite que a nossa confiança em Cristo seja abalada (Rm 1.17). Reforce para os alunos que a nossa fé em Jesus Cristo também é responsável pela nossa postura de cristão, pois entendemos que, sempre que nos posicionamos de acordo com os ensinamentos de Cristo, estamos dando prova a Ele de nossa fidelidade.

1.2. A fé nos mantém fiéis ao Criador
Quando o homem consegue desenvolver a fé do fruto do Espírito, ele passa por um processo de renovação que o mantém fiel ao seu Criador, independentemente da situação a qual venha ser exposto. Se em alguma circunstância se apresentar uma condição propícia à infidelidade, o homem de fé certamente irá negar-se a si mesmo, permitindo que a ação do fruto do Espírito domine o seu interior. A fé nos leva a entender que mesmo em meio às tribulações da vida é melhor seguir a Cristo (Lc 9.23). A certeza da nossa fé e a pureza de nosso coração nos coloca debaixo da provisão de Deus, pois Ele é único que pode nos dar garantia de que irá cumprir o que prometeu (Hb 10.22-23).
Explique para os alunos que a fé também opera em nós um processo de santificação. O fato da fé também ser uma característica do fruto do Espírito Santo, que denota uma postura de fidelidade em relação a Deus, faz com que ela nos leve a uma vida de santidade, pela qual estaremos habilitados a ter comunhão com Deus. Ressalte para os alunos que a santidade nos proporciona uma perfeita aliança com Deus. Uma vez que Ele é Santo, exige que nos santifiquemos para que possamos ter a tão desejada comunhão perfeita com Ele (1Pe 1.16).

1. 3. A fé nos garante a vitória do arrebatamento
Em alguns momentos da vida, o servo fiel passa e passará por situações de sofrimento. Entretanto, não podemos permitir que tais sofrimentos abalem a nossa fé. Se permanecermos fiéis a Cristo, teremos então a nossa fé purificada e isso irá nos garantir uma certeza de vitória no dia da vinda do Cordeiro. O Senhor Jesus tem em alta conta aqueles que são perseverantes nas provações e que em todo tempo têm firmada a sua fé N’Ele. Uma postura de fé é preciosa aos olhos de Deus e tem um valor inestimável por toda eternidade (1Pe 1.6-7). Ter um posicionamento firme de fidelidade fornece ao indivíduo a certeza da salvação (1Co 15.58).
Explique para os alunos que a melhor postura a ser tomada pelo servo de Deus é permanecer firme naquilo para o que foi chamado. Sabemos que todos têm um propósito de Deus preparado para as suas vidas. Logo, permanecer neste propósito é o melhor e mais curto caminho para que o indivíduo alcance uma vida tranquila. Comente com os alunos que a tranquilidade nos permite compartilhar a nossa fidelidade com os nossos irmãos. O homem fiel a Deus aprende a ser fiel também com o próximo. Passando a viver, através do amadurecimento do fruto do Espírito Santo, uma vida saudável em sociedade (Sl 119.33).

2. A fidelidade de Deus e a mídia
Os cristãos enfrentam um grande problema na sociedade atualmente: conviver com uma mídia doente e perversa. No entanto, a Bíblia nos orienta a não nos conformamos com este século (Rm 12.2). Devemos nos fortalecer sempre na Palavra de Deus (At 2.40; Tt 2.12; Hb 3.12-13; Tg 4.4; 1Pe 1.13-15).

2.1. Fé: a certeza do arrebatamento
Os meios de comunicação estão recheados de falsas informações de como se dará a vinda do Cordeiro. Todavia, aqueles que encontraram o verdadeiro motivo de viver em Jesus não podem compactuar com estes ensinamentos. O amadurecimento da fé promoverá não só a certeza da vinda de Cristo, como também o desejo incontido de pregar o Evangelho genuíno, no qual a segunda vinda é apresentada de forma clara e inquestionável (Jo 14.12, 18; At 1.11). A fé afasta qualquer dúvida acerca do arrebatamento (1Ts 4.13).
Comente com os alunos que, de acordo com o pastor e escritor John Piper, a fé não é garantia de prosperidade, mas de estar satisfeito em Deus e viver feliz na abundância ou na necessidade (Fp 4.12). Explique para os alunos que o servo do Senhor não se deixa confundir por falsas alegações sobre o arrebatamento. A ressurreição de Jesus Cristo nos dá a plena certeza de que um dia Ele realmente virá buscar a Sua Noiva santa e imaculada: a Igreja. Enfatize para os alunos que o arrebatamento ocorrerá segundo o que diz a Palavra de Deus e a fé nos fortalece e ajuda a permanecer crendo nessa verdade (1Ts 4.14-18).

2.2. Experimentando o caráter divino por meio da fé
Existe um parâmetro de relacionamento entre Deus e o homem. Este parâmetro está fundamentado na verdade. Apesar de o homem ter se voltado contra o Criador, indo em direção ao pecado, Deus, através da Palavra da Verdade, providenciou um meio de restauração para humanidade. Tal evento se deu pela fidelidade expressa por meio de Seu caráter imutável (2Tm 2.13). O fruto do Espírito é o meio pelo qual temos acesso ao caráter divino. Ao encontrarmos com Cristo e recebermos do Espírito Santo o fruto, temos que dar início ao processo de amadurecimento. Buscar ter em nós a característica do fruto identificada como fé, nos aproxima do caráter divino e consequentemente do próprio Deus (Hb 11.6).
Explique para os alunos que a inerrante Palavra de Deus afirma que é impossível andarem dois juntos se não concordarem (Am 3.3). Sendo assim, nunca o homem poderá andar com o Senhor Deus se não tentar desenvolver em si o fruto do Espírito Santo. Esta iniciativa é o único meio de fazer com que o indivíduo se assemelhe ao Criador (Gn 1.26). É importante ser ressaltado para os alunos que o desenvolvimento do fruto do Espírito Santo fará com que a nossa caminhada seja extensa, isto é, até a eternidade, pois o fruto do Espírito Santo permanecerá em nós, garantindo a alegria de uma eternidade com Deus.

2.3. Fé permanente
Quando aceitamos a Cristo, somos impactados com um sentimento indescritível de crer Naquele que o Senhor nos enviou. A transformação pessoal é tamanha e cumpre o que diz a Palavra de Deus: o indivíduo se torna verdadeiramente uma nova criatura (2Co 5.17). Entretanto, através do fruto do Espírito Santo, o sentimento de fé e fidelidade permanece promovendo a alegria e a felicidade de poder experimentar o melhor de Deus em sua vida. A fé permanece em nós justamente para que possamos cumprir a nossa carreira (2Tm 4.7). Essa fé só habita na vida daquele que realmente creu no Filho de Deus e seguirá com Ele por toda eternidade.
Explique para os alunos que a fé do fruto do Espírito Santo é necessária para que possamos desfrutar momentos agradáveis na presença de Deus. Uma conduta irrepreensível agrada ao Senhor e nos possibilita a declarar, através de nosso testemunho, o quanto O amamos. Uma conduta de perfeita fidelidade nos fará habitantes do céu com Cristo (Rm 8.17). Uma vida de fé realmente nos tornará habitantes da morada celestial que está garantida a nós pelo próprio Cristo (Jo 14.2). Reforce para os alunos que a nossa fé em Deus não nos afastará de nosso objetivo: viver a eternidade com Ele.

3. Lições práticas
O texto de Hebreus 11 nos apresente a galeria dos heróis da fé. Como é gloriosa a vida de todos que escolhem viver uma vida de fé no Filho de Deus (Gl 2.20).

3.1. Vivendo a fé de Abraão
Pela fé somos identificados como filhos de Abraão, o que nos coloca em pé de igualdade com o pai da fé no que diz respeito a viver uma vida de fé e esperança, apesar de todas as lutas que possam surgir diante de nós. Abraão teve uma vida completamente protegida e movida pela sua imensa gratidão e fé. A fé de Abraão foi-lhe imputada por justiça porque creu na promessa de Deus (Rm 4.17-24). Sara riu (Gn 18.12-13), mas Abraão creu. O inimigo cria artifícios para colocar dúvidas em nós, mas nunca podemos deixar de crer em tudo que o Senhor nos prometeu. Isto provará a nossa fidelidade.
Merece ser especialmente destacado para os alunos que viver uma vida de fé é ter a certeza de que as bênçãos de Deus se cumprirão em nossas vidas e isso irá fazer com que permaneçamos firmes, apesar de toda e qualquer dúvida que o inimigo tente plantar em nossos corações (Tg 1.6).

3.2. Socorro através da fé
A fé transforma a nossa vida. Quando vivenciamos as manifestações do agir de Deus em nossas vidas, experimentamos o poder da fé. Ver o agir de Deus faz com que nossa certeza aumente em relação à Sua existência (Jó 42.5). Os apelos midiáticos e tecnológicos tentam, através de todos os meios, nos entristecer, derramando uma enxurrada de informações que visam destruir a nossa fé. Contudo, o servo fiel não se deixa confundir, antes se coloca aos pés do Senhor, rochedo forte e socorro bem presente na hora da angústia (SI 18.2; 46.1).
Explique para os alunos que quando olhamos para o firmamento isso já é o suficiente para termos a certeza da existência de um ser Criador de todas as coisas (Sl 19.1-4). Entretanto, é muito melhor quando podemos ter uma comunhão íntima com este ser e poder desfrutar das maravilhas da Sua criação em forma de bênçãos pessoais (Jó 42.10-17). Enfatize para os alunos que a firmeza da nossa fé irá nos garantir uma vida plena de bênçãos espirituais e materiais.

3.3. Uma tremenda expressão de fé
O texto de Habacuque 3 nos apresenta uma tremenda expressão de fé. Quando vemos o profeta fazendo aquela que talvez seja a oração que mais represente uma situação de fé convicta, somos surpreendidos por uma posição que só tem quem conhece o verdadeiro Deus. O profeta Habacuque declara que, não importa o que aconteça, não perderá a sua alegria, pois a sua fé lhe garante o que de melhor o homem pode receber do Senhor: a sua salvação (Hc 3.17-18).
Explique para os alunos que o nosso Senhor Deus se alegra quando demonstramos uma fé convicta. Comente com os alunos que uma das maneiras que temos de demonstrar esta fé é através de nosso louvor ao Eterno Criador em todo tempo (Sl 34.1-2). Merece ser especialmente comentado com os alunos que, não importa o momento em que estamos vivendo, devemos seguir o que ensina a Palavra de Deus, dando graças por tudo em nossas vidas, pois isso é o que Jesus Cristo, o Verbo de Deus, espera de nós (1Ts 5.18).

Conclusão
Chegamos ao final do estudo acerca da fé. Vimos através dele que, se vivermos uma fé diária e permanente, nada que venha das mãos do inimigo terá poder para nos atingir e nos tirar da centralidade da vontade de Deus. Viveremos de fé em fé, de glória em glória (Rm 1.17, 2Co 3.18).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

Editora Betel 2º Trimestre de 2016, ano 26 nº 99 – Jovens e Adultos - “Dominical” Professor – FRUTO DO ESPÍRITO – Destacando os aspectos do caráter cristão na era da pós-modernidade.

Um comentário:

  1. Entendo que a fé é única, mas, porém é classificada em varias situações decorrente do sistema que o individuo esteja envolvido, e também experimentou no decorrer de sua história, o fato é que todos já nasceram no ato da criação com ela, porque a nossa origem saiu das raízes de Deus, contudo precisa ser cultivada, porque ela também é um fruto do Espírito. Uns a desenvolve com limitações, porque a bíblia diz que é possível ter pouca fé, então digo que, para legitimar a verdadeira, e perfeita fé em Deus de acordo com O salmo 46, é preciso fazer com que ela seja despertada dentro de nós, por meio da Palavra de Deus. Porque a fé como um dom, nos fala da nossa origem, (criação e propósito); mas a fé como fruto, fala do acentuado amadurecimento para assim ter um exercício espiritual com propósitos definidos em Deus, porque sem ela é impossível agradar a Deus na sua então plenitude. Você pode reparar que embora a fé seja uma palavra pequena, mas tem uma grande influencia no mundo terreno, em todas as áreas, tanto no âmbito material como no espiritual, uma vez, mesmo que não seja utilizada no ambiente espiritual, a utilização da fé no mundo material, evita até de um individuo pecar em situações esporádicas, porque a bíblia diz também que tudo que fizer se não for por fé é pecado. Então para resumo, a fé precisa ser despertada dentro de nós, para que ela amadureça, e assim então classificá-la com o fruto do Espírito, e a fé como dom, nos coloca no caminho, mas a fé como fruto, ela é o caminho que nos levará a viver uma vida de grandes experiência e virtudes por ela produzida; Ex. a fé que cura, a fé que salva, a fé que nos motiva a vencer, a fé que nos faz enxergar além daquilo que o mundo terreno oferece, como diz a bíblia; Que a fé é o firme fundamento das coisas que esperam, e a provas das coisas que não se veem.

    Obs. Se quiseram neste resumo, a base bíblica do mesmo, colocarei em evidencia para os que dedicam no ensino, analisem e entendam sobre esse assunto tão importante. Só utilizei 7 passagens bíblicas para este resumo, só não coloquei todos para não estender o texto.

    ResponderExcluir

Obrigado por nos visitar! Volte sempre!