Pessoas que gostam deste blog

Revista Conectar+ Lição 8 – O jovem e seu futuro

Revista Conectar+ • 21 de maio de 2017

Lição 8 – O jovem e seu futuro

VÍDEO
Texto de referência
Mateus 6.25-34

Versículo do dia
“Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o SENHOR, (...) para vos dar o fim que esperais.” Jr 29.11

Objetivos da lição
Descansar em Deus quanto ao amanhã.
Preparar-se com responsabilidade para os deveres ministeriais e seculares.
Investir no futuro eterno.

Para impactar
O jovem não deve andar ansioso quanto ao seu futuro. É aceitável que surjam dúvidas e incertezas, entretanto, busque no Senhor Jesus as respostas, pois assim, serás feliz.

Momento de oração
Que os olhos espirituais sejam abertos para contemplar o querer de Deus e que a certeza do coração não repouse em coisas perecíveis  sim no alcance dos tesouros celestiais.

Introdução
Nesta lição abordaremos a confiança em Jesus e a alegria de tê-lo ao nosso lado em nossas escolhas quanto ao futuro ministerial e secular. Entenderemos a importância de guardar o nosso coração para não nos corrompermos com as oferendas do inimigo, objetivando a pátria celestial.

#Pontochave
Cabe-nos buscar o Seu reino e a sua justiça a fim e que tudo quanto precisamos nos seja acrescentado.

1. Descansar em Deus
1.1. Ele cuida de nós
Deus se preocupa conosco nos mínimos detalhes, ao olhar para as sagradas escrituras vemos que desde o início da criação, Deus trabalhou para que o universo e o que nele há fosse criado com minuciosos enfeites, cores e formas. Ao criar os animais, os dividiu em variadas espécies, ao criar os vegetais os seriou em inúmeras cores, aromas e sabores, ao criar o homem fez a cada um com suas características genéticas, demonstrando o controle absoluto em cada detalhe e nos mostrando que não devemos nos preocupar com o que há de vir. Cabe-nos buscar o Seu reino e a sua justiça a fim de que tudo quanto precisamos nos seja acrescentado.

1.2. A ansiosa solicitude pela vida
A Bíblia diz em Daniel 12.13: “Tu, porém, segue o teu caminho até o fim; pois descansará e, ao fim dos dias, te levantará para receber a tua herança.” Aquele que serve a Deus deve seguir o seu caminho sem ansiedades, pois sua confiança está no Senhor, o seu descanso está n’Ele e no momento certo receberá a recompensa d’Ele.


#Pararefletireadorar
“A conformidade com o mundo não pode ser vencida por coisa alguma, a não ser pela conformidade com Jesus.” Andrew Murray.

2. O que Deus tem para nós?
2.1. Aguardando n’Ele
A sociedade contemporânea apresenta uma vitrine repleta de opções e desafios. São inúmeras graduações, cursos de especializações e uma gama de profissões a serem escolhidas. Neste ínterim o jovem preocupa-se em fazer escolhas certas que lhe tragam sucesso. Entretanto, o seu esforço será em vão se seus propósitos não estiverem respaldados no querer de Deus para sua vida.

2.2. O que mais vou querer?
Que a tua oração seja: “o que Deus quiser para mim eu quero”. Lembra-se de Daniel, Hananias, Misael e Asarias (Dn 1.19-20)? Estes jovens foram fiéis a Deus e alcançaram a nota máxima nas provações pelas quais passaram. Daniel contava a Deus os seus medos, incertezas, preocupações, conte também a Deus o que se passa com você.
Há muitos que justificam a falta de vontade para com os estudos argumentando que o mesmo trará frieza espiritual à sua vida. Isso não é verdade, vemos o exemplo de Moisés (At 7.22), ele foi instruído em toda a ciência dos egípcios (língua, letra, tecnologia, etiquetas, política, estratégia de guerra). Prepare-se pois o obreiro só é aprovado depois de ser provado e para passar na prova é necessário estar devidamente preparado.

2.3. Descubra sua vocação no corpo de Cristo
Existem dons ministeriais dados por Jesus aos cristãos a fim de que ajudem no crescimento e desenvolvimento do corpo de Cristo. Em Efésios 4.11, encontramos esse dons: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas e outros para pastores e doutores.”
Nada impede o jovem de almejar os dons ministeriais e simultaneamente cursar uma faculdade, ter uma promoção na empresa onde trabalha. Muitos, erroneamente, separam a vida secular da espiritual, quando se deve entender que uma deve ser a extensão da outra.

3. Meu futuro lar
3.1. A certeza do futuro
Não hesite em perguntar a Deus quanto ao teu futuro (Is 45.11), faça isso com respeito e prontidão para acatar a vontade de Deus. O que realmente importa é onde passará a eternidade, podemos viver 25, 50 anos ou mais, contudo nenhum de nós escapará do que nos aguarda após esta vida: uma eternidade com Deus ou o sofrimento eterno?
Quando cremos que Jesus morreu por nós e sofreu o castigo que merecíamos (Is 53.5), entregando a Ele a nossa vida, somos absolvidos dos nossos pecados e teremos a vida eterna. Jesus garante o nosso futuro (Jo 14.3).

3.2. Invista no que é incorruptível
Em 1 Timóteo 6.17 a 19, Paulo nos apresenta a receita pra o investimento no futuro eterno. Muitos fazem seus investimentos para o futuro na terra (previdência, investimentos, etc.), não que isso seja errado, entretanto, esquecem-se de investir no reino dos céus. Muito em breve tudo aqui passará e estaremos com Jesus no céu, Maranata! (Mt 6.19-20).

Subsídio para o educador
Não é pecado se preparar para os desafios que a vida vai nos propor, pelo contrário, se capacitar é bom e pode ser muito útil para a obra de Deus. O detalhe está nas prioridades da nossa vida. As conquistas só se tornam problemas quando começam a tomar o lugar de Deus na nossa vida. Eu posso estudar para uma prova, porém esta prova não pode me impedir de ter um tempo para adorar a Deus, orar e demonstrar que Ele sempre será o primeiro da minha vida. “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.” (Dt 6.5).

Conclusão
Se descansarmos em Deus, nosso coração receberá paz em meio a este caótico mundo que caminha para o fim. Enquanto isso, estaremos abrigados nos Seus braços, realizando a Sua vontade, a qual é testificada no Seu amor em todo o tempo.

#Ficaadica
A juventude de hoje tem que conviver com doenças que estão se tornando o mal desta geração. As estatísticas dizem que até 2020 a depressão combinada com o estresse será a segunda maior causa de mortes no mundo, perdendo apenas para as doenças cardíacas. E um dos grandes contribuintes para esse quadro é o imediatismo. Os jovens hoje acham que as conquistas devem ser alcançadas em curto prazo e isso aumenta substancialmente as frustrações, pois, na verdade, as conquistas, em sua maioria, vêm a médio e longo prazo.

Referências Bibliográficas

Editora Betel - Conectar + - Revista da Escola Bíblica Dominical – 2º Trimestre de 2017 – Ano 1 – Nº 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Online