Pessoas que gostam deste blog

Revista Conectar+ 09 de julho de 2017

Revista Conectar+ • 09 de julho de 2017

Lição 02 – A Criação

Texto de referência
Gênesis 1.1-31

Versículo do dia
“No princípio, criou Deus os céus e a terra.” Gn 1.1.

Objetivos da lição
Reconhecer Deus como o Supremo Criador.
Entender que tudo foi feito para o louvor da Sua glória.
Compreender porque o homem foi a obra prima de sua criação.

Para impactar
Deus é o criador de todas as coisas. Ele demonstra o cuidado e o carinho com tudo o que criou, porque d’Ele, por Ele e para Ele foram feitas todas as coisas.

Momento de oração
Oremos para que as pessoas entendam que tudo o que foi criado no universo foi feito pelas mãos de Deus e que não somos frutos de uma mera explosão.

Leitura Semanal
Segunda      Terça             Quarta           Quinta           Sexta             Sábado
Gn 5.1            Pv 8.22          Is 40.26          Cl 3.10           Ef 3.9             Ap 10.6         

Introdução
Nesta lição entenderemos que somente Deus poderia projetar algo com tamanha grandiosidade e perfeição. A ciência cria teorias para tentar desvendar os mistérios da criação, o que eles não sabem é que é impossível que teorias naturais revelem aquilo que é sobrenatural.

#Pontochave
“Deus nos criou para que a nossa vida glorifique a Ele em todo o tempo.”

1. No princípio
É impossível falar sobre o início de todas as coisas sem se questionar sobre o princípio de Deus.

1.1. O início de tudo
Uma criança indagou: “Quem são os pais de Deus. Quando Ele nasceu?”.
Uma pergunta que muitos de nós vamos nos deparar no decorrer da vida. A resposta foi a única plausível que poderia ser dada: “Criança, Deus é o próprio princípio, Ele não tem pai nem mãe, simplesmente existe.” Veja a resposta que Ele deu a Moisés em Êxodo 3.14. O Senhor não está preso ao tempo, Ele é eterno, o tempo é apenas um mecanismo para nos orientar nesta terra passageira, pois depois dessa terra a eternidade será a nossa companheira.

1.2. Criando o universo
A palavra Gênesis vem do hebraico “bereshit” e significa “no princípio” ou “origem”. Isto quer dizer que a origem de todo o universo passa pelo livro de Gênesis e o Criador de todas as coisas se encontra no versículo 1 do primeiro capítulo.
Deus utilizou seis dias para criar, construir e finalizar o Seu projeto, ao qual Ele separou desta maneira:
1º Dia: Criação do dia e da noite (Gn 1.1-5).
2º Dia: Criação dos céus (Gn 1.6-8).
3º Dia: Criação da terra, dos mares, das ervas verdes, das árvores frutíferas (Gn 1.9-13).
4º Dia: Criação das estrelas, do sol, da lua e de todos os outros corpos celestes no universo (Gn 1.14-19).
5º Dia: Criação dos répteis, peixes e aves (Gn 1.20-23).
6º Dia: Criação de todas as espécies restantes incluindo o homem, a obra prima de Sua criação (Gn 1.24-31).
Entendemos dessa forma que Deus se preocupou com cada detalhe de sua criação, escolheu um perfume exclusivo para cada flor, trouxe beleza a cada animal, o brilho do sol para iluminar e aquecer e inteligência e domínio ao homem. Desta forma, como aceitar teorias que demonstram que somos obra do acaso, um encontro de coincidências? Jovem, você é único, exclusivo e criado pelas mãos perfeitas do Pai.

#Pararefletireadorar
“Há uma coisa infinitamente melhor do que fazer uma grande coisa para Deus: Estar onde Deus quer que estejamos. Fazer o que Deus quer que façamos, e não ter nenhuma vontade à parte d’Ele.” G. Campbell Morgan.

2. A mais bela criação
2.1. Criando o homem
No último dia da criação o Senhor resolve trabalhar de forma diferente dos outros cinco dias, pois a Bíblia relata que o Ele, após criar esse novo ser, do pó da terra, faz algo inusitado até aquele momento. Deus sopra o fôlego de vida dentro de sua obra prima (Gn 2.7), e lhe dá o nome de homem. Deus criou o homem, não de uma forma aleatória, mas sim à Sua imagem e semelhança.

2.2. Completando a obra
Após criar o homem, o universo e tudo que nele há, algo chama a atenção de Deus. Adão está sozinho na terra e o Senhor, sabendo que a solidão não é um sentimento bom, resolve criar uma auxiliadora e companheira que estivesse todos os dias ao seu lado no belo jardim do qual Ele próprio é o arquiteto. Nesse momento, mais duas criações se materializam: a mulher e a instituição mais antiga da terra: “a família”.
Jovem, você não foi criado para viver na solidão. O Senhor tem prazer em que você cultive amizades, ame ao seu próximo, vivencie a intimidade com Deus, constitua família e seja plenamente feliz. Em Isaías 51.3, o Senhor dos Exércitos promete transformar a nossa solidão no seu próprio jardim.

3. Os objetivos da criação do homem
3.1. Louvor da Sua glória
Em Isaías 43.7 está escrito: “A todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz.”
Isso quer dizer que Deus nos criou para que nossa vida glorifique a Ele em todo o tempo. Ele nos quer adorando-o constante e incansavelmente com o coração, com a mente e com atitudes, pois, se assim fizermos, estaremos cumprindo o propósito de nossa criação.
Desta forma, alegraremos ao Senhor, pois Ele conclui o versículo dizendo: “sim, eu os fiz”, demonstrando uma grande satisfação por saber que a sua obra mais sublime tem plena capacidade de adorá-lo e glorificá-lo em todo o tempo.
Efésios 1.11-13 diz que fomos predestinados em um propósito segundo a Sua vontade, e este propósito é que realmente fomos criados para o louvor da Sua Glória.

Subsídio para o educador
Querido educador: peça para que os seus alunos identifiquem em uma folha, algumas criações que mudaram o rumo da história e da ciência, como por exemplo: o avião, o automóvel, os meios de comunicação. Questione os alunos sobre o propósito dos criadores para com suas criações. Abra uma discussão com eles, demonstrando que todas as criações relacionadas foram efetuadas com o propósito de beneficiar uma, algumas ou milhares de pessoas. Encerre mostrando à sua classe que eles não foram criados sem propósito, pelo contrário, foram criados para louvor da glória de Deus.

Conclusão
Diante daquilo que foi exposto nesta lição, concluímos que o Senhor criou toda as coisas para que nós pudéssemos reconhecer Sua grandeza, adorar o Seu Nome e nos render à Sua glória. Temos um milhão de razões para amar a esse Deus. Ele não, mas mesmo assim, o faz todos os dias de nossa vida.

#Ficaadica
A ciência tem uma grande dificuldade em refutar e criar provas contra o criacionismo. A nova ciência diz que consegue provar que a matéria pode ser criada a partir do nada e do vazio, mas, mesmo que isso fosse verdade, não explicaria a organização do universo. Tentar nos convencer de que a matéria apareceu do nada, explodiu e evoluiu até o ponto do que hoje somos não parece tão inteligente quanto tentam demonstrar. Até hoje, não há provas reais de que uma matéria se criou de per si, sendo que, para tudo o que é criado, há necessidade de um Criador.
O Dr. Marcos Eberlin diz: “O criacionismo é ótima teologia com ótima filosofia, que se apoia hoje em uma ótima Ciência, Ciência com C maiúsculo, a que é livre das amarras do materialismo.”

Referências Bibliográficas

Editora Betel - Conectar + - Revista da Escola Bíblica Dominical – 3º Trimestre de 2017 – Ano 1 – Nº 2 – Servos na Lei, amados na Graça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Online