Pessoas que gostam deste blog

Lição 08 - Conquistando a Terra Prometida


Lição 08 – 19 de agosto de 2018 – Editora BETEL

Conquistando a Terra Prometida

SLIDES VISUALIZAR / BAIXAR

HINOS SUGERIDOS
Hino 63

Hino 224

Hino 509


VÍDEO 1


VÍDEO 2

Sobre a conquista da Terra Prometida
A libertação do Egito foi possível somente pela intervenção direta e miraculosa de Deus. O Senhor lançou uma série de pragas de juízo sobre o Egito. Finalmente, o faraó, governante do Egito, deixou Israel partir. Mas, em seguida, mudou de ideia e perseguiu o povo com seu exército, até ser vencido, com a destruição total de seus soldados, afogados no mar Vermelho.
Os escravos, agora livres, alegraram-se e partiram para o deserto. Mas os séculos de escravidão enfraqueceram a fibra do povo. Continuamente resistiram e rejeitaram a autoridade de Moisés e de Deus. Para que recebessem auxílio na sua formação e disciplina para que Deus pudesse revelar Seu caráter moral e as expectativas que tinha com relação ao Seu povo, o Senhor os conduziu ao monte Sinai, onde a Lei lhes foi outorgada.
Foi prometido a esse povo que, caso fossem desobedientes, colheriam disciplina e decepções, mas que, se fossem obedientes, receberiam bênçãos. Israel aceitou de livre vontade os padrões de Deus e prometeu obedecer.
Mas a promessa feita por Israel era superficial. E na verdade, o que ocorreu foi que essa geração que saíra do Egito com Moisés continuou marcada pela desobediência. A rebeldia alcançou seu auge quando a nação, posicionada na fronteira da Terra Prometida, recebeu ordem para entrar. Moisés enviou doze espiões para observar a terra e trazer um relatório. Dez deles voltaram aterrorizados pela imponência das cidades fortificadas e pela estatura de seus habitantes. Somente dois, Josué e Calebe, voltaram entusiasmados e confiantes de que Deus lhes daria a terra. O povo deu ouvidos aos dez e duvidou de Deus.
Israel havia tomado uma decisão crucial. Visto que não estava disposta a confiar em Deus nem a lhe obedecer, aquela geração não pôde entrar na Terra Prometida. Deus conduziu-os novamente para o deserto, e ali perambularam 38 anos, até que toda a geração de adultos que havia se havia negado a confiar em Deus perecesse, menos Josué e Calebe.
A nova geração cresceu com maior confiança em Deus. Testados em batalha, obedeceram. Depois, finalmente, como relata o livro de Deuteronômio, estava novamente acampada diante da Terra Prometida, esperando a ordem de Deus para cruzar o Jordão e tomar posse de sua herança. Em seu último ato como líder, Moisés lembrou ao povo o amor de Deus e incentivou a nova geração a obedecer à Lei.
A nova geração agora também estava lá, diante da terra. No entanto, assumiu um compromisso pessoal ao aceitar a Lei como padrão de vida e prometeu obedecer ao Senhor. Dessa vez, a promessa não foi feita superficialmente, a disciplina dos anos anteriores, vividos duramente no deserto produzira um grupo comprometido.
A aventura registrada no livro de Josué começa com a morte de Moisés e a escolha de Josué para conduzir o povo de Deus à vitória. Percebe-se aqui uma grande transição, do tipo que ocorre quando o jovem deixa a família e começa a viver por conta própria. Ou quando o jovem casal deixa pai e mãe para estabelecer seu próprio lar.
A nação de Israel começa a colher os frutos da maturidade física, moral e espiritual. Os anos vividos no deserto surtiram o efeito desejado por Deus, aprimorando e refinando a percepção de vida de Seu povo, tornando-os mais resistentes às intempéries da vida e mais obedientes aos critérios e determinações do Senhor. Totalmente dependentes da vontade divina, aprenderam que, sem Deus não há futuro, sem obediência a Ele não há rumo, sem luta por Ele não há vitória.
Josué, a princípio temeroso, resolve aceitar a direção do empreendimento grandioso que era a conquista da Terra Prometida, não sem antes ser devidamente orientado e estimulado pelas palavras do Senhor (Js 1.1-9).
Homem humilde, temente a Deus, oriundo da tribo de Efraim, Josué foi trabalhador da primeira hora desde a saída do povo de Israel do Egito, ajudando a Moisés constantemente e vivendo a aventura do Êxodo em sua totalidade, sendo um dos dois únicos adultos provenientes do Egito a entrar na Terra de Canaã.
Como general de guerra mostrou-se vitorioso em suas estratégias principalmente por obedecer às diretrizes de Deus, nunca se apartando da Lei, demonstrando a reverência devida ao Senhor.
A conquista da Terra Prometida, narrada no livro de Josué, exprime a vontade de Deus de continuamente estar ao lado de Seu povo, protegendo-o, provendo-o e cumprindo Suas promessas (Ele sempre as cumpre), dando à nação de Israel sua identidade final como povo escolhido do Senhor.
Apesar do pecado ainda pairar sobre a realidade humana, de sermos produtos da queda, imperfeitos, falhos e vacilantes, Josué nos traz um exemplo de perseverança, mesmo em meio às adversidades, e, sobretudo de fé, inabalável nas promessas do Senhor. Sejamos tão confiantes na mão poderosa de Deus como Josué foi confiante nas promessas que d’Ele recebeu.
Uma semana abençoada para todos os irmãos, na Paz do Senhor Jesus!
Márcio Celso

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Editora Betel 3º Trimestre de 2018, ano 28 nº 108 – Revista da Escola Bíblica Dominical - Jovens e Adultos – Professor – Israel 70 anos – O chamado de uma nação e o plano divino de redenção – Pastor César Pereira Roza de Melo.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2009 – Bíblia Sagrada – João Ferreira de Almeida – Revista e Corrigida.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2007 – Bíblia do Obreiro – João Ferreira de Almeida – Revista e Atualizada.
Editora Vida – 2014 - Bíblia Judaica Completa – David H. Stern, Rogério Portella, Celso Eronildes Fernandes.
Editora Vida – 2014 – Bíblia de Estudo Arqueológica – Nova Versão Internacional.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Antigo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Novo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Vida – 2004 – Comentário Bíblico do Professor – Lawrence Richards.
Editora Central Gospel – 2005 – Manual Bíblico Ryken – Um guia para o entendimento da Bíblia – Leland Ryken, Philip Ryken e James Wilhoit.

Obrigado por nos visitar! Volte sempre!