Pessoas que gostam deste blog

Lição 08 - A Igreja e sua influência na sociedade


Lição 08 – 26 de maio de 2019 – Editora BETEL

A Igreja e sua influência na sociedade

SLIDES VISUALIZAR / BAIXAR

HINOS SUGERIDOS
Hino 87

Hino 144

Hino 256

VÍDEO

Sobre a influência da Igreja na sociedade
            A degradação dos valores familiares, as drogas, a criminalidade e outros sintomas igualmente maléficos evidenciam o caos em que vive a sociedade atual. Nesse contexto a Igreja de Cristo, sendo “a coluna e firmeza da verdade” (1Tm 3.15), preserva os valores e ideais contidos na Palavra de Deus, para combater tais práticas e influenciar beneficamente a sociedade, numa demonstração da completa eficácia do Evangelho, que pode transformar vidas, famílias, cidades e até mesmo uma nação. E temos, ao longo do tempo, testemunhado essas transformações de vida. Quantos de nós temos o testemunho vivo da transformação que Deus operou em nossas vidas! Em todos os lugares podemos ver o testemunho do poder transformador do Evangelho de Cristo em pessoas que antes eram derrotadas pela maldade, pela malignidade do coração, pela corrupção, pela violência, pela concupiscência da carne e incredulidade, sendo hoje pessoas íntegras na presença do Senhor, vivendo e praticando atos dignos de um cidadão dos céus, testemunhando e influenciando pessoas, cidades e até nações. A Igreja de Cristo é formada por cada um de nós, individualmente, e por todos os salvos juntos e por isso temos que ter consciência da nossa missão e influenciar a sociedade onde estamos inseridos pelo poder transformador da Palavra de Deus.
Entre muitos exemplos de homens e mulheres de Deus que influenciaram a sociedade em que viviam, gostaria de citar aqui a influência que teve a mulher samaritana (Jo cap. 4), que com o seu testemunho promoveu um impacto evangelístico que levou uma cidade inteira a ter com Jesus; a Igreja primitiva influenciava a sociedade da sua época com a propagação do evangelho de Cristo.
Nos últimos anos, o pastor norte americano Billy Graham, considerado o maior evangelista deste século e que também foi conselheiro espiritual de vários presidentes dos Estados Unidos, influenciou muitas decisões políticas e sociais através dos seus conselhos, sempre pautados na Palavra de Deus.
O Estado é o povo politicamente organizado exercendo a soberania em um território. A Igreja do Senhor Jesus Cristo vive em sociedade e respeita o Estado, colaborando com as autoridades que o representam na preservação da ordem pública e na formação de cidadãos de caráter íntegro e honesto, produtivos e conscientes de que a autoridade é constituída por Deus. Assim sendo, nós cristãos, temos como obrigação cumprir os nossos deveres como cidadãos, visando acima de tudo a glória do nome de Deus. Testemunhamos ao mundo que somos cidadãos do céu quando cumprimos com dignidade a nossa cidadania aqui na terra.
No capítulo 13 da epístola aos Romanos, o apóstolo Paulo ensinou a igreja de Roma como o crente deve comportar-se diante das autoridades constituídas. Naquele tempo as autoridades romanas e também judaicas eram intolerantes com os cristãos e muitas vezes lhes fizeram grandes perseguições. Esse império também proporcionava benefícios aos povos que governava, como: lei e ordem, um governo estável, paz, excelentes estradas e bons edifícios públicos (oficinas, mercados, banhos e estádios). Também cobrava muitos impostos: imposto sobre a renda, imposto sobre a comida, imposto sobre a venda de terras ou propriedades, direitos aduaneiros e impostos sobre as compras. Os crentes de Roma estavam interpretando de forma errada o seu papel como servos do Rei dos reis e Senhor dos Senhores e alguns irmãos não mais queriam arcar com as suas obrigações em relação ao Estado. Tem muita gente ainda hoje pensando da mesma forma: se acham tão espirituais, que não querem se preocupar com as leis e obrigações comuns a todos os cidadãos. No entanto, o apóstolo Paulo admoesta a igreja, àqueles que se consideram cidadãos dos céus, a não se rebelarem contra o Estado, mas cumprir com suas obrigações públicas e civis.
A missão integral da igreja consiste em apresentar o evangelho em sua plenitude, alcançando o homem na sua totalidade: espírito, alma e corpo. Isso é demonstrado na preocupação com a salvação humana sem negligenciar o cuidado ou atendimento das privações materiais básicas daqueles que são comprovadamente carentes e que também precisam de atendimentos básicos, como: escola, cuidados com a saúde, alimentação, vestuário, etc.
A família foi a primeira instituição divina e é o ambiente primário, a “célula mater” da sociedade e também da Igreja. No mundo atual, estão cada vez mais acirrados os ataques do inimigo à família, por meio de leis contrárias a moral e à Palavra de Deus, pela influência maligna da mídia, pela decadência dos valores morais e espirituais e muitas famílias têm se desestruturado, sucumbindo moral e espiritualmente às investidas malignas. Por isso é tão importante que a família seja fortalecida na igreja, um verdadeiro porto seguro diante da decadência moral e das instabilidades sociais desse mundo pós moderno. O papel da Igreja com relação aos princípios bíblicos sobre a família e sua natureza, é defender a verdadeira doutrina bíblica frente a qualquer tipo de oposição. A Bíblia é bastante clara ao afirmar a importância da família tanto para nossa própria vida pessoal quanto a vida da própria Igreja cristã. Uma família que serve ao Senhor e é bem instruída na Sua Palavra fala mais em favor do cristianismo do que todos os sermões que se possam pregar. É na Palavra de Deus que a liderança cristã e cada crente, individualmente, tem que se firmar e fortalecer, para poder refutar e rejeitar os conceitos mundanos que afrontam o propósito de Deus para a família.
Sabemos que o pecado da imoralidade afeta a família, a sociedade e a comunhão com Deus. Cabe a nós cristãos, preservarmos os princípios morais na nossa vida pessoal e transmiti-los a nossa família e a sociedade como um todo. Mas, de que forma faremos isso? Com o nosso testemunho de vida, dando bons exemplos, valorizando o nosso cônjuge e filhos, sendo gratos a Deus por tudo o que Ele nos tem feito; não compactuando com as filosofias imorais do mundo, não assistindo às novelas, filmes e séries que são verdadeiras propagandas da prostituição e do homossexualismo, junto com os nossos filhos; tendo uma vida ilibada que sirva como exemplo a ser seguido; sendo fiéis a Deus e à Sua Palavra, tendo todo o cuidado de instruir as nossas crianças no caminho em que devem andar, para que não se desviem dele.
Uma semana abençoada para todos os irmãos, na Paz do Senhor Jesus!
Márcio Celso

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Editora Betel 1º Trimestre de 2019, ano 29 nº 110 – Revista da Escola Bíblica Dominical - Jovens e Adultos – Professor – Enfermidades da Alma II – Buscando orientações divinas e bíblicas para o tratamento de distúrbios emocionais e outros transtornos - Pastor Israel Maia.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2009 – Bíblia Sagrada – João Ferreira de Almeida – Revista e Corrigida.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2007 – Bíblia do Obreiro – João Ferreira de Almeida – Revista e Atualizada.
Editora Vida – 2014 - Bíblia Judaica Completa – David H. Stern, Rogério Portella, Celso Eronildes Fernandes.
Editora Vida – 2014 – Bíblia de Estudo Arqueológica – Nova Versão Internacional.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Antigo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Novo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Vida – 2004 – Comentário Bíblico do Professor – Lawrence Richards.
Editora Central Gospel – 2005 – Manual Bíblico Ryken – Um guia para o entendimento da Bíblia – Leland Ryken, Philip Ryken e James Wilhoit.
Editora CPAD – 2017 – História dos Hebreus – Flávio Josefo.
Editora Vida – 2014 – Manual Bíblico de Halley – Edição revista e ampliada – Nova versão internacional – Henry Hampton Halley – tradução: Gordon Chown.

Obrigado por nos visitar! Volte sempre!