Pessoas que gostam deste blog

Lição 03 - Lucas: o evangelho da alegria


Lição 03 – 21 de julho de 2019 – Editora BETEL

Lucas: o evangelho da alegria

SLIDES VISUALIZAR / BAIXAR

HINOS SUGERIDOS
Hino 5

Hino 75

Hino 77
Sobre Lucas e seu evangelho III
       O anjo Gabriel tinha um importante anúncio a fazer. Alguns meses de pois de haver falado com Zacarias, foi enviado a Nazaré e ali apareceu a uma jovem noiva chamada Maria.
         À semelhança de Zacarias, Maria ficou surpresa e perturbada com a aparição do anjo e com sua saudação. No entanto, após certificar Maria do amor de Deus, o anjo anunciou que ela teria um filho e que a criança seria chamada “Filho do Altíssimo”. Ele viria da linhagem de Davi e seria Rei de Israel, cumprindo a promessa da aliança do Antigo Testamento. Nessa Pessoa, o divino e o humano estariam perfeitamente integrados, e seriam cumpridas todas as promessas e propósitos de Deus para a humanidade.
        Tal como Zacarias, Maria também balbuciou uma pergunta: “Como acontecerá isso, se sou virgem?” (Lc 1.34). A resposta do anjo anunciava o cumprimento de outra promessa do Antigo Testamento: “A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará de Emanuel” (Is 7.14). Não haveria pai humano. O poder do Espírito Santo introduziria sobrenaturalmente a semente da vida em um óvulo, e a criança seria o próprio Filho de Deus (Lc 1.35).
     Diante dessa explicação, a reação só podia ser esta: “Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra” (Lc 1.38).
       Que fé maravilhosa! Zacarias, piedoso e maduro, duvidara da possibilidade de ter um filho, por causa da idade. E essa mulher, ainda no início a juventude, não hesitou nem duvidou do nascimento sobrenatural, embora fosse solteira!
        Há uma benção reservada para os que aprendem a crer, apesar da dúvida, bem como os que reagem como Maria, com perfeita e genuína confiança.
        A resposta de Maria demonstra quão impressionante era sua fé, pois, de acordo com a Lei, aquela gravidez poderia resultar em apedrejamento, pois era solteira! E seu noivo, sabendo que o filho não era dele, certamente se recusaria a casar com ela. Ainda assim, estava disposta a confiar em Deus, certa de que Ele solucionaria todos esses problemas.
     Em vez de ficar preocupada, Maria encheu-se de alegria. E seu cântico de louvor, conhecido como “o cântico de Maria” (Lc 1.46-55), está repleto de louvor a Deus e de vívida convicção da grandeza e do amor divinos.
        Qual era a visão de Maria a respeito de Deus?
         • O Poderoso fez grandes coisas (Lc 1.49).
         • Santo é o Seu nome (Lc 1.49).
         • A Sua misericórdia estende-se aos que o temem, de geração em geração (Lc 1.50).
         • Ele realizou poderosos feitos com seu braço (Lc 1.51).
         • Ele exaltou os humildes (Lc 1.52).
         • Ele encheu de coisas boas os famintos (Lc 1.53).
         Maria conhecia a Deus como um Deus de poder, que se preocupa com os humildes e famintos a ponto de estender sua mão para satisfazer as necessidades deles.
        Talvez isso ajude a entender a resposta de Maria. Ela tinha uma clara visão de quem Deus era. Conhecia-o como o Deus que se importa conosco a ponto de agir. Como seria bom se cada um de nós pudesse conhecer a Deus dessa maneira!
          Uma semana abençoada para todos os irmãos, na Paz do Senhor Jesus!
          Arlete Tavares / Márcio Celso

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Editora Betel 3º Trimestre de 2019, ano 29 nº 112 – Revista da Escola Bíblica Dominical - Jovens e Adultos – Professor – Lucas – Uma exposição bíblica e cristocêntrica do Evangelho, da misericórdia e do amor de Deus pela humanidade, através da vida e obra de Jesus, o Filho do homem – Bispo Samuel Ferreira.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2009 – Bíblia Sagrada – João Ferreira de Almeida – Revista e Corrigida.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2007 – Bíblia do Obreiro – João Ferreira de Almeida – Revista e Atualizada.
Editora Vida – 2014 - Bíblia Judaica Completa – David H. Stern, Rogério Portella, Celso Eronildes Fernandes.
Editora Vida – 2014 – Bíblia de Estudo Arqueológica – Nova Versão Internacional.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Antigo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Novo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Vida – 2004 – Comentário Bíblico do Professor – Lawrence Richards.
Editora Central Gospel – 2005 – Manual Bíblico Ryken – Um guia para o entendimento da Bíblia – Leland Ryken, Philip Ryken e James Wilhoit.
Editora CPAD – 2017 – História dos Hebreus – Flávio Josefo.
Editora Vida – 2014 – Manual Bíblico de Halley – Edição revista e ampliada – Nova versão internacional – Henry Hampton Halley – tradução: Gordon Chown.

Obrigado por nos visitar! Volte sempre!