Pessoas que gostam deste blog

Lição 03 - Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos


Lição 03 – 21 de abril de 2019 – Editora BETEL

Conhecendo a Igreja a partir dos títulos e símbolos bíblicos

SLIDES VISUALIZAR / BAIXAR
HINOS SUGERIDOS
Hino 05

Hino 196

Hino 455

VÍDEO


Sobre os títulos e símbolos bíblicos
Ao discutir a espiritualidade e os dons espirituais, Paulo, em sua primeira carta aos coríntios, no capítulo doze, introduziu uma imagem ou símbolo poderoso da Igreja de Jesus Cristo.
Duas imagens importantes são apresentadas na Bíblia: a igreja é uma família, e a igreja é um corpo.
O conceito de família é usado com frequência, pois comunica o calor do amor e de intimidade que deve marcar a comunhão dos crentes. Somos filhos e filhas de Deus por meio de Jesus; e como filhos de Deus também somos irmãos e irmãs. Aprender a olhar uns para os outros como irmãos e irmãs e a pensar em nós mesmos como uma família, ajuda-nos a perceber porque, de fato, o amor é a marca da comunhão cristã.
Neste trecho de sua carta, entretanto, Paulo pede para vermos a comunidade da fé como um corpo vivo e para visualizarmos cada crente como uma parte funcional do corpo. Ao passo que a “família” nos fala de relacionamentos, o “corpo” fala de ministério.
Essas duas imagens da igreja de Cristo nunca são colocadas em contraste. Em vez disso, são duas perspectivas de uma realidade singular. O relacionamento de família e o contexto para o ministério. E ministério é a contribuição que cada um de nós dá para os membros da família, por amor.
A figura do corpo também nos ajuda a ver como Jesus continua a realizar Sua obra em nosso mundo. Em Efésios, Paulo fala que Jesus é a “Cabeça do corpo” (Ef 2.20-22). Jesus como Cabeça viva nos direciona – nós, que somos suas mãos, olhos, ouvidos e boca – para continuar sua missão em nosso mundo. A compaixão que Jesus mostrou para o doente, o cansado e a pessoa atormentada pelo pecado, ele continua mostrando – por meio de Seu corpo. Quando nós como indivíduos e grupos locais de crentes amadurecemos e nos tornamos sensíveis à orientação do Senhor, Cristo ministra a nos por meio de nós.
Em seu texto, Paulo desenvolveu a analogia do corpo para ensinar-nos a respeito do nosso relacionamento uns com os outros. Nenhuma pessoa é completamente equipada com todos os dons espirituais. Em vez disso, cada um recebe seu dom ou dons distintos; cada um faz a sua contribuição única, “visando o bem comum” (1Co 12.17).
É por meio da cooperação e coordenação que cada um de nós faz a sua contribuição e, por sua vez, é ajudado a crescer. Individualismo, com seu foco na competição para descobrir o “melhor” e o “maior”, é totalmente estranho ao corpo de Cristo.
No entanto, todo o espírito da igreja de Corinto era individualista: exaltavam líderes prediletos, competiam doutrinariamente entre si, chagavam-se a competir para receber uma “honra” individual especial por causa dos dons que possuíam. Foram incapazes de ver que cada pessoa precisava do outro e que precisavam se interdependentes, não independentes.
Como é grande a necessidade de redescobrirmos o corpo de Cristo hoje! A nossa época é também excessivamente individualista. Também exaltamos a rivalidade e a realização individual, assim como encontramos dificuldades em trabalhar com outros em um relacionamento de cooperação, de equipe. Mas nós somos um corpo. E, e como corpo – honrando cada parte, ministrando e sendo ministrados – que vamos aprender a viver na família de Deus.
Uma semana abençoada para todos os irmãos, na Paz do Senhor Jesus!
Márcio Celso

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Editora Betel 1º Trimestre de 2019, ano 29 nº 110 – Revista da Escola Bíblica Dominical - Jovens e Adultos – Professor – Enfermidades da Alma II – Buscando orientações divinas e bíblicas para o tratamento de distúrbios emocionais e outros transtornos - Pastor Israel Maia.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2009 – Bíblia Sagrada – João Ferreira de Almeida – Revista e Corrigida.
Sociedade Bíblica do Brasil – 2007 – Bíblia do Obreiro – João Ferreira de Almeida – Revista e Atualizada.
Editora Vida – 2014 - Bíblia Judaica Completa – David H. Stern, Rogério Portella, Celso Eronildes Fernandes.
Editora Vida – 2014 – Bíblia de Estudo Arqueológica – Nova Versão Internacional.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Antigo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Central Gospel – 2010 - O Novo Comentário Bíblico – Novo Testamento – Earl D. Radmarcher, Ronald B. Allen e H. Wayne House – Rio de Janeiro.
Editora Vida – 2004 – Comentário Bíblico do Professor – Lawrence Richards.
Editora Central Gospel – 2005 – Manual Bíblico Ryken – Um guia para o entendimento da Bíblia – Leland Ryken, Philip Ryken e James Wilhoit.
Editora CPAD – 2017 – História dos Hebreus – Flávio Josefo.
Editora Vida – 2014 – Manual Bíblico de Halley – Edição revista e ampliada – Nova versão internacional – Henry Hampton Halley – tradução: Gordon Chown.

Obrigado por nos visitar! Volte sempre!